Pesquisar

Entrar

Jooble

Emprego em Portugal
YouCMSAndBlog Module Generator Wizard Plugin
YouCMSAndBlog Module Generator Wizard Plugin
YouCMSAndBlog Module Generator Wizard Plugin

Anuncios


Designed by:
SiteGround web hosting Joomla Templates
Resumo da reunião com o Presidente e Vice Presidente do IEFP PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Areal Gordo   
Sábado, 22 Setembro 2012 21:28

Aproveitando a visita do Secretário de Estado e com concordância da Dr.ª Zilda Cabrita, um grupo de formadores foi recebido pelo Presidente e pelo Vice-presidente do IEFP, Dr. Octávio Oliveira e Dr. Francisco Xavier d"Aguiar respectivamente, que cordialmente se disponibilizaram para esclarecer algumas questões que nos têm tirado o sono.
Ficamos a saber que:

 

- Haverá efetivamente lugar a concurso para colocação de professores nas Áreas da Componente Base em data ainda incerta;

- A atual suspensão de início de ações de formação não se deve a este concurso. Está relacionada com o Ministério das Finanças (foi-nos assegurado que a situação está a ser resolvida, sem previsão de data);

- Este concurso não afetará a Componente Tecnológica, que permanecerá como até à data;

- O concurso será colocado na plataforma do Ministério da Educação e o início será amplamente divulgado;

- O concurso obedecerá aos moldes das ofertas de escola/ AECS (50% graduação; 50% entrevista).
O tempo de serviço de formação será tido em conta (claro que os colegas têm que solicitar que o mesmo seja transformado em dias de serviço para efeitos de graduação), assim como a colaboração mantida com o IEFP.

- Poderão concorrer profissionais com habilitação para a docência, mesmo que não constem das atuais listas de professores do Ministério da Educação. Contudo, terão prioridade os professores que estejam vinculados à função pública e/ ou professores que estejam a receber o subsidio de desemprego;

- Estes novos professores/ formadores terão horário completo (22 horas letivas) e as restantes horas serão para realizar trabalho relacionado com a formação (foi mencionado o SIGO, SGFOR e relacionamento com as empresas);

_ Estes professores ocuparão cerca de 60% das vagas, pelo que continuará a haver lugar à contratação de formadores a recibos verdes (que continuará nos mesmos moldes e com o mesmo valor hora);

- Os atuais formadores que tenham ações de formação que se prolonguem após 31 de dezembro (data de término do contrato) e estejam a administrar alguma UFCD, continuarão até o término da mesma.

- Os professores colocados poderão ter que se deslocar para dar formação em vários pontos do Algarve. Deslocar-se-ão em viatura própria e será pago o equivalente ao transporte público a partir do Centro de Formação ou do seu local de residência, desde que as sessões de formação não sejam na área de residência nem no Centro. Ex: Professor/ Formador de VRSA que vá para o Centro- 0% de transporte; Formador de VRSA que vá para Albufeira: equivalente ao transporte do Centro para Albufeira. Pelo que, no concurso/ seleção de professor/ formador será tida em conta a proximidade ao local de formação.

- Os cursos EFA, como os conhecemos, sofrerão alterações e será dada preferência às Formações Modulares de Curta Duração.

- O regulamento que rege os Cursos de Aprendizagem também será alterado. Os alunos terão provavelmente de realizar os Exames Nacionais e a Prova de Avaliação Final. Esta prova será realizada pelos professores/ formadores e será colocada numa plataforma informática para avaliação e posterior consulta. Pretendem que as ações de formação não funcionem como “vassoura do Ministério da Educação”, mas sim como uma oferta válida.

E é isto colegas, o que conseguimos obter da reunião. Esperamos ter contribuído para o vosso/nosso esclarecimento.

 

atualizado em Sábado, 22 Setembro 2012 21:35